Educação, Ciência e Tecnologia

Nos últimos anos, a China aumentou os investimentos em ciência, tecnologia e educação, o que fez com que outros setores da sociedade chinesa percebessem os resultados desses investimentos, passando a apoiá-los como prioridade, estabelecendo uma série de parques de desenvolvimento de ciência e tecnologia em diferentes regiões do país e, a fim de facilitar as pesquisas, passou a dar incentivos, em todos os níveis de governo, às instituições de pesquisa e às universidades e empresas. O impacto desta estratégia esta no numero de patentes registradas que já estão entre os maiores do Mundo.

O Brasil e America Latina por sua vez, possui know-how em diversos setores, com pesquisas de ponta nas áreas de Aviação Civil, Aeroespacial, Agricultura, Nanotecnologia, Saúde, Energias alternativas entre outras.

O Observatório da China vai ser o elo de ligação e incentivo contínuo desta colaboração entre ambos os países, que apesar de terem algumas parcerias , estas devem ser multiplicadas.

Temos um objetivo e desafio enorme, que é a contrução de um centro do Brasil e America Latina na China, para o desenvolvimento e integração de pesquisa e estudantes.

Iremos promover e encorajar as empresas Chinesas a instalar centros de pesquisa e inovação no Brasil, America Latina e vice versa em parcerias que desempenharão um papel fundamental.

China, Brasil e America Latina, já possuem um histórico de cooperação e complementaridade, as quais o Observatório da China irá intensificar de forma que no futuro, possamos ter o impacto social , cultural e económico sustentável através da Educação Contínua.

Clipping

Ops! Não existe nenhum cadastro até o momento.